Anúncios

Nós noticiamos aqui o comunicado de Marcos Pontes, em que ele afirmou que um medicamento  com 94% de eficácia teria sido encontrado por médicos em Campinas São Paulo, mas será que isso é efetivamente verdade?

Nossa equipe do Digital Seguro ficou até empolgada com a notícia, e muitos de nossos leitores consequentemente, todavia, esse anúncio não foi bem bem visto pela comunidade médica do Brasil.

A seguir, nós falaremos um pouco melhor sobre o que está sendo pesquisado efetivamente, e se de fato, nós podemos colocar crédito nesse novo medicamento , que ao que tudo indica, será feito um teste em pelo menos 500 pacientes que estejam com o novo coronavírus.

Anúncios

Anúncio de remédio por Marcos Pontes gerou desconfiança entre médicos

Marcos Pontes e a possível cura do novo coronavírus

O toma lá dá cá, ” encontramos a curra, isto é, tá pronto”, como bem colocou a jornalista da Folha de São Paulo, Camila Mattoso, em sua coluna diária nesta última quinta-feira 16 de Abril.

Não foi encarado com bons olhos pela comunidade médica do Brasil e nem por políticos, tanto da oposição como do governo.

A incerteza que se fica é: Bolsonaro faz propaganda continuamente da cloroquina, há pelo menos 40 dias, e não estaria até agora sabendo desse possível remédio que o seu “funcionário-ministro” teria?

Já que se tem uma possível cura, porque eles estão fazendo tanto mistério para confessar o nome?

Anúncios

É claro que todos nós estamos querendo que a sociedade volte ao seu estado de normalidade, tal como nós já conhecemos, praças com shows, teatro, cinema, tudo funcionando. Não há razão qualquer de ansiar o caos.

Cloroquina será liberada como possível cura

Bom, caros leitores, do Digital. Nessa semana, o Conselho Federal de Medicina disse que vai se posicionar nesta quinta (16) sobre o uso da cloroquina para pacientes com coronavírus.

Tudo indica que a capacidade é livrar o medicamento caso a caso, mas dizer que não há comprovação científica da eficiência dessa nova droga.

Anúncios

Então, só nós resta esperar, não é verdade?