Anúncios

A compra de veículos em leilão está se tornando uma prática cada vez mais aceita entre os brasileiros, principalmente pelos preços baixos.

Os leilões de motos do Detran trazem preços ainda mais em conta, chegando a ter valores 50% mais baratos do que no mercado.

Consulte multas de trânsito pela internet:

Mas não é apenas dar um lance, vencer e levar a moto. Existem procedimentos legais envolvidos que devem ser cumpridos.

Anúncios

Vamos mais sobre como funciona o Leilão de Motos do Detran, como participar e como regularizar a documentação depois do arremate. Confira.

Veja Também:

Como é o Leilão do Detran?

O Leilão de Motos do Detran funciona como um leilão convencional, onde o maior lance leva o lote.

No caso do Detran, os veículos são, em sua maioria, apreendidos por inadimplências do proprietário, quando são parados em blitz ou envolvem-se em acidentes de trânsito.

Os apreendidos em blitz, vão para o pátio e lá permanecem até que o proprietário regularize toda a documentação e pague pela estadia do veículo no pátio. Nesse processo, muitos desistem de recuperar os veículos, e esses vão para leilão.

Os veículos de acidentes são vendidos peças que não foram danificadas ou então são vendidos como sucata.

Anúncios

Outra forma, são os veículos de trocas de frotas dos órgãos públicos, sendo veículos muito bem preservados pelas constantes vistorias.

Como arrematar minha moto?

Para participar do leilão e arrematar uma moto, deve-se acessar o site do Detran do estado correspondente. Lá, encontra-se o edital do leilão.

No edital, estão as informações do leilão, como horários e datas, assim como as informações das motos leiloadas. É importante lê-lo para verificar a documentação, estado de conservação, modelo, marca e ano, possíveis dívidas, entre outras coisas.

Anúncios

Assim, para participar de um leilão de motos do Detran, pode-se ir pessoalmente ao Pátio, ou acessar pelo próprio site. As duas modalidades acontecem simultaneamente.

No modo online, faz-se necessário a inscrição no site, além da realização de uma habilitação para participar do leilão.

Como regulamentar a documentação da moto?

Primeiramente, é necessário solicitar uma vistoria da moto, obtendo assim o Certificado de Segurança Veicular (CSV), e então será possível rodar em vias públicas.

Atente-se aos prazos, pois alguns processos podem ser demorados. Para agilizar tudo, deixe separado o Certificado de Registro e Licenciamento de Veículos (CRLV), sua Carteira de Habilitação, e solicite a autorização prévia junto ao Detran.

Depois disso, você deverá retirar a autorização e toda a documentação final no Detran, apresentando a nota fiscal da aquisição do veículo, o Auto do Leilão, os DUDAS que foram pagos (os quais são entregues no leilão), comprovante de pagamento da GRD e seus documentos.

Pronto, feito isso, sua moto estará apta para rodar em vias públicas sem nenhum problema.

Como consultar multas de trânsito pela internet?