Anúncios

A nova pandemia Coronavírus efetivamente tem provocado muitas alterações no cenário político-mundial, e para quem esperava o fim da quarentena em São Paulo nos próximos dias, terão que esperar por mais um tempo indeterminado.

O que o mundo está vivendo é literalmente uma crise das incertezas, pois não existe ainda um cura eficaz para combater o novo coronavírus absolutamente, existem testagens e modelos, entretanto, nada bem certo.

Tudo o que se fala no Brasil, no que diz respeito à cura para o coronavírus, trata-se de especulação, hipóteses, tentativas de apagar o incêndio, este é a razão de a grande massa dos países de primeiro mundo não flexibilizarem absolutamente a quarentena. E no Brasil, não poderia ser diferente, apesar o presidente tenha um exposição pró-abertura do comércio.

Anúncios

Em SP, Dória diz que vai alongar quarentena recentemente para moderar o coronavírus

Para conter o coronavírus, SP permanecerá em quarentena

Doria prometeu essa semana que vai anunciar a prorrogação da quarentena em São Paulo para buscar diminuir ainda mais a transmissão do coronavírus. Essa já é a segunda prorrogação da quarentena que teve início no dia 24 de março em todos os 645 municípios do estado.

A situação é alarmante: são 853 mortes provocadas pela Covid-19 e 11.568 casos confirmados de contaminação. Estudiosos prevem números mais alarmantes.

O fim estava previsto para o dia 22 de abril. Com a prorrogação, os detalhes do período de duração devem ser divulgados no começo da tarde desta sexta-feira (17) durante coletiva de imprensa no Palácio dos Bandeirantes, na Zona Sul de São Paulo.

O que está aberto na quarentena?

  • Hospitais, clínicas, farmácias e clínicas odontológicas;
  • Transporte público, táxis e aplicativos de transporte;
  • Transportadoras e armazéns;
  • Empresas de telemarketing;
  • Petshops;
  • Deliverys;
  • Supermercados, mercados, açougues e padarias*
  • Limpeza pública;
  • Bancas de jornais (oi?)
  • Bancos, lotéricas e correspondentes bancários; ( deveriam estar fechados)
  • Postos de combustível;
  • Fábricas

Portas absolutamente fechadas na quarentena:

  • Comércio;
  • Bares;
  • Restaurantes;
  • Cafés;
  • Casas noturnas;
  • Shopping centers e galerias;
  • Academias e centros de ginástica;
  • Espaços para festas, casamentos, shows e eventos;
  • Escolas públicas ou privadas.

Deveria inserir Igrejas também, mas sabemos que isso tem sido um verdadeiro problema no Brasil!

Anúncios