Anúncios

Com a pandemia e o agravo do COVID-19, alguns brasileiros tiveram que fechar suas empresas ou até mesmo achar outras maneiras de continuar trabalhando. Por isso, o Governo Federal  em 2020 criou o Auxílio Emergencial, como forma de ajudar os trabalhadores a manterem sua renda e conseguirem pagar suas dívidas.

Sendo assim, uma parcela do auxílio começou a ser depositada na conta de muitos brasileiros e hoje em dia, estão surgindo notícias sobre a segunda parcela do Auxílio Emergencial 2022. Mas, as regras mudaram e apenas algumas pessoas poderão receber parcelas de aproximadamente R$ 250.

Por isso, hoje vamos falar um pouco sobre o Auxílio Emergencial de 2022e como funcionará o pagamento desse benefício, confira!

Anúncios

Saiba mais sobre o Auxílio Emergencial e as novas regras para 2022

O que é o Auxílio Emergencial e quem tem direito?

O Auxílio Emergencial é um benefício financeiro criado pelo Governo Brasileiro com o intuito de ajudar trabalhadores informais, autônomos, microempreendedores e famílias de baixa renda com uma ajuda de custo de R$ 600 mensais durante a pandemia.

O Auxílio Emergencial foi criado durante a pandemia do COVID-19 em 2020, em que os trabalhadores tiveram que se adaptar para manter seu negócio e até mesmo suas empresas. Por isso, esse auxílio ajudou a manter a renda de dos brasileiros.

Por isso, todos aqueles que são trabalhadores informais, autônomos, microempreendedores individuais (MEI) e também integrantes de famílias carentes que não tenham um renda que ultrapassa um salário mínimo e meio, podem ter direito a receber o Auxílio Emergencial.

Porém, não estão sendo aceitos novos cadastros para o Auxílio Emergencial de 2022. Apenas as pessoas que se cadastram em 2020, podem ter direito de receber este benefício.

Como funciona o Auxílio Emergencial de 2022?

Hoje em dia, segundo a Medida Provisória 1.039/2021, somente uma pessoa integrante de cada família inscrita poderá receber o Auxílio Emergencial em 2022. A parcela do benefício será dividida da seguinte forma: parte dela será para mulheres chefes de família um valor de aproximadamente R$ 375,00.

Anúncios

Para pessoas que fazem parte de famílias de baixa renda e que moram sozinhas poderão receber cerca de R$ 150,00. E aqueles que trabalham como microempreendedores, autônomos e trabalhadores informais receberão um valor de mais ou menos de  R$ 250,00.

Confira na lista quem poderá ter direito a receber o Auxílio Emergencial de 2022:

*Autônomos
*Trabalhadores informais
*Microempreendedores
*Família de baixa renda
*Mulheres chefes de famílias
*Famílias que fazem parte do Bolsa Família

Anúncios

Mas, para receber o Auxílio Emergencial de 2022é preciso estar de acordo com alguns requisitos. Como por exemplo, ser maior de 18 anos, não ter um emprego formal e ter renda familiar de no máximo meio salário mínimo e não ter na família algum familiar que ganhe mais de 3 salários mínimos.

E como mencionamos acima, aqueles que já recebem o Bolsa Família podem solicitar o Auxílio Emergencial, desde que seja um valor mais alto do que já recebem de ajuda de custo no programa social. Sendo assim, o responsável por receber o benefício qual dos dois gostaria de receber. As parcelas do Auxílio Emergencial já caem na conta do Programa Bolsa Família.

Como saber se receberei a parcela do meu Auxílio Emergencial?

Para as pessoas que querem saber se o Auxílio Emergencial 2022estará disponível em seu nome, devem aguardar uma análise do Dataprev que informará quem poderá receber o benefício deste ano, que estará disponível a partir de abril até dezembro de 2022.

Também pode fazer uma consulta no site do  Dataprev, para conferir se você ou algum familiar receberá o benefício, informe seus dados pessoais, como CPF, nome dos pais, nome completo e data de nascimento.

Para as pessoas que já se inscreveram para receber o Auxílio Emergencial em 2020, podem acessar o aplicativo Caixa Tem, disponível para  iOS Android, e verificar se as parcelas foram depositadas em sua conta.

Para mais informações sobre o Auxílio Emergencial de 2022ou em caso de dúvidas, acesse o site do Dataprev ou entre  em contato no telefone 0800-726-0207.